A arte de vagabundar

Crônica de Roberto Arlt traduzida por Caique Zen

O leitor frígido

Mais um texto sobre a crise do romance

Elogio da derrota

Uma ode ao choro de alambrado

O dilema de Neymar

O nosso Hamlet

Os escritores e o futebol

Do repúdio à paixão, a bola e as letras

O claro enigma de Tite

Arcturo se deixará surpreender?

Poemas para meu filho

De Roberto Bolaño, como o lema de um bando invicto de gângsteres

Lembramos para você a preço de atacado

Borges vs. Musk – a memória artificial e a literatura

As duas mãos de Kafka

Leitor clássico, leitor moderno

Notas sobre leitores