Gabriel Celaya

1911–1991 | Hernani–Madrid

Elogio da derrota

Uma ode ao choro de alambrado