Max Brod

1884–1968 | Praga–Tel Aviv

As duas mãos de Kafka

um gesto improvável