Mikhail Liérmontov

1814–1841 | Moscou–Pyatigorsk. Enfant terrible da literatura russa do século 19, morto aos 26 anos em um duelo, já então considerado o herdeiro legítimo de Púchkin. Seus 26 anos lhe bastaram para tornar-se um dos pilares da literatura russa moderna, tanto na prosa quanto na poesia, figurando ao lado de Púchkin e de Gógol no que se convencionou chamar a “primeira plêiade” da literatura russa do século 19.

Uma festa de exéquias profanas

Cinco poemas de Mikhail Liérmontov traduzidos do russo por Pedro Augusto Pinto